Uma das consequências naturais de passar mais tempo em casa, por causa da pandemia, é a redução no tempo de movimentação do corpo e na variedade dos movimentos. Se não for acompanhada de alguns cuidados básicos, a prática do home office potencializa os riscos para a saúde, de forma geral. As pernas estão entre as partes do corpo mais impactadas pelas mudanças de hábitos impostas pela quarentena. Uma das possíveis consequências são problemas de circulação, que podem ser evitados com algumas providências no cotidiano. Confira:

View this post on Instagram

PONTO FRACO 🦵 Uma das consequências naturais de passar mais tempo em casa, por conta da pandemia, é a redução no tempo de movimentação do corpo e na variedade dos movimentos. ⠀ Se não for acompanhada de alguns cuidados básicos, a prática do home office potencializa os riscos para a saúde, de forma geral. Afinal, são várias horas numa mesma posição. Ocupadas pelas tarefas do trabalho, muitas pessoas acabam esquecendo da necessidade de quebrar a sequência ao longo do dia. ⠀ As pernas estão entre as partes do corpo mais impactadas pelas mudanças de hábitos impostas pela quarentena. Uma das possíveis consequências são problemas de circulação, que podem ser evitados com algumas providências no cotidiano. . . . ⠀ #6minutos #jornalismo #news #noticia #instagram #insta #video #cuidado #corpo #pernas #quarentena #isolamento

A post shared by 6 Minutos (@6minutos) on

Leia também: Ponto fraco: como cuidar das pernas durante a quarentena

Siga o 6 Minutos nas redes sociais: FacebookTwitterInstagram, LinkedIn e Youtube

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).