A pandemia impulsionou as possibilidades de trabalho remoto. Além da disseminação do home office, muitas empresas – especialmente na área de tecnologia – passaram a oferecer mais vagas que independem da localização geográfica do profissional. O importante é entregar as tarefas esperadas. O impulso ao trabalho remoto está servindo para dar asas à fantasia em torno de um dos estilos de vida mais desejados e invejados: o dos nômades digitais. Confira:

View this post on Instagram

NÔMADES DIGITAIS 👩‍💻 A pandemia impulsionou as possibilidades de trabalho remoto. Além da disseminação do home office, muitas empresas – especialmente na área de tecnologia – passaram a oferecer mais vagas que independem da localização geográfica do profissional. O importante é entregar as tarefas esperadas. ⠀ De todos os empregos existentes no Brasil, 22,7% já poderiam ser integralmente exercidos de forma remota, concluiu o estudo “Potencial de trabalho na pandemia: um retrato no Brasil e no mundo”, publicado pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada). Isso envolve 20,8 milhões de profissionais. ⠀ Algumas áreas têm propensão especial para o trabalho remoto. Entre os profissionais das ciências e atividades intelectuais, 65% já poderiam exercer suas atribuições sem estar presencialmente em um ambiente de trabalho. Nas funções de apoio administrativo, 41% não precisariam bater ponto no escritório. . . . #6minutos #jornalismo #news #noticia #instagram #insta #video #digital #homeoffice #trabalhoremoto #workfromhome #nomadedigital

A post shared by 6 Minutos (@6minutos) on

Leia também: Trabalho remoto dá asas para sonho de virar nômade digital

Siga o 6 Minutos nas redes sociais: FacebookTwitterInstagram, LinkedIn e Youtube

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu WhatsApp? É só entrar no grupo pelo link: https://6minutos.uol.com.br/whatsapp.