A oferta que você viu na Black Friday não era verdadeira? O preço do produto mudou na hora de finalizar a compra? Se isso aconteceu com você, saiba que não está sozinho. Esses problemas estão entre os mais relatados pelos consumidores que procuraram o Procon-SP para denunciar problemas com a Black Friday.

Quantas queixas foram feitas? Das 8h de quinta-feira (28) até as 10h de hoje (29), o Procon-SP 138 reclamações e 162 consultas e orientações.

Quais as principais queixas? Veja abaixo:

  • Maquiagem de preço
  • Mudança de preço na hora de finalizar o pedido
  • Produto ou serviço indisponível
  • Pedido cancelado após a finalização da compra
  • Site intermitente, congestionado ou fora do ar
  • Não entrega

E quais as empresas mais reclamadas? Veja lista>

  • B2W (dona da Americanas.com, Submarino e Shoptime)
  • Magazine Luiza
  • Kabum
  • Via Varejo
  • Claro/NET
  • Telhanorte
  • Sephora
  • Fast Shop

Quais orientações para comprar na Black Friday?

Faça uma lista agora de tudo que precisa comprar
“Quando começar a Black Friday, vai ser um bombardeio de ilusões, um bombardeio de publicidade, que pode levar o consumidor a comprar algo que não precisa e endividá-lo por puro consumismo”, afirma o diretor-executivo do Procon-SP, Fernando Capez.

Entre nos sites oficiais e pesquise os preços do que vai comprar
Segundo Capez, o cliente só vai saber se o desconto oferecido na Black Friday é verdadeiro se entrar antes no site oficial dos varejistas para pesquisar preços. Mas a pesquisa tem de ser completa: do produto e frete. “Se ele fizer essa pesquisa, vai saber se o desconto é falso, se tem preço maquiado ou se a oferta é verdadeira”, disse.

Um golpe que costuma ocorrer é loja que eleva o preço um pouco antes da Black Friday e reduz na data, dando a falsa impressão de desconto.

Cuidado com ofertas de redes sociais
Cuidado com a publicidade que chega por WhatsApp, redes sociais ou e-mail. Pode ser golpe.

Consulta a lista de empresas com restrições
O Procon tem uma lista de empresas com restrições por problemas na venda da Black Friday. Consulte a lista e não compre dessas companhias. “A chance dessa empresa voltar a errar é enorme”, diz o diretor-executivo do Procon.

Quer consultar a lista? Clica então em https://sistemas.procon.sp.gov.br/evitesite/list/evitesites.php

Analise a política de pós-venda da empresa
“Veja se a empresa atende o consumidor que tem problemas depois da compra, se ela cumpre o que promete”, diz Capez.

Cuidado com o parcelamento
O diretor-executivo do Procon diz que o consumidor tem que tomar cuidado com compras parceladas com juros. É que o valor final vai ser muito alto. “É melhor esperar, guardar dinheiro e comprar preferencialmente à vista.”

 

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).