Embora ainda sejam apenas uma fatia do mercado global, as vendas de veículos elétricos nos Estados Unidos mais do que dobraram no primeiro semestre de 2021, em comparação com o ano passado. O crescimento ultrapassou o aumento de 29% das vendas totais de veículos, de acordo com uma pesquisa da Wards Intelligence.

Os consumidores ainda enfrentam obstáculos, incluindo preços mais elevados e a ausência de lugares para carregá-los. No entanto, longas faixas de direção, maior variedade de veículos e faixas de preço estão ajudando a atrair clientes, segundo analistas e revendedores. Uma pesquisa, divulgada em junho pelo UBS, mostrou que 37% dos entrevistados nos EUA disseram que provavelmente considerariam um veículo elétrico, contra 22% no ano anterior.

As fabricantes dos EUA estão sendo encorajadas pelos planos do governo Biden para apoiar carros elétricos através de investimento em estações de carregamento e incentivos ao consumidor.

As vendas da U.S. Tesla subiram 78% até junho deste ano, na comparação com igual período de 2020, de acordo com uma estimativa da empresa de pesquisa Motor Intelligence. O aumento foi impulsionado pelo Model Y, crossover SUV da Tesla que rapidamente se tornou o maior vendedor da empresa desde que foi lançado no ano passado. A companhia divulgará balanço do segundo trimestre na próxima segunda-feira.

Outras lançamentos de fabricantes de automóveis tradicionais, como Ford Motor Co.s Mustang Mach-E SUV e Volkswagen AGs ID.4, também ajudaram a empurrar as vendas de carros elétricos para mais de 3% do mercado total dos EUA em maio e junho, o maior já registrado, de acordo com dados da indústria.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).