Por Noel Randewich

(Reuters) – O valor de mercado da Tesla superou nesta segunda-feira 1 trilhão de dólares, em uma comemoração dupla para o presidente-executivo, Elon Musk, que é o maior acionista da montadora de carros elétricos.

A ação da Tesla disparou 12,7% com a notícia de que a companhia conquistou a maior encomenda até agora, feita pela locadora de carros Hertz.

O papel fechou no recorde de 1.024,86 dólares. Com isso a participação de 23% de Musk na montadora vale agora cerca de 230 bilhões de dólares, segundo dados da Refinitiv.

A participação inclui opções no valor de mais de 50 bilhões de dólares.

Musk não recebe salário na Tesla: seu pacote de pagamento fornece 12 tranches de opções que são entregues quando o valor de mercado da Tesla e o crescimento financeiro da empresa atingem uma série de marcos. As opções permitem Musk comprar ações da Tesla a 70 dólares por papel, um desconto de mais de 90% em relação ao preço atual.

Na semana passada, a Tesla publicou que teve lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) de 3,2 bilhões de dólares, alta de 77% em relação a um ano antes. Isso foi suficiente para garantir a Musk tranche de sete opções, avaliada em mais de 8 bilhões de dólares segundo os valores desta segunda-feira.

O valor de mercado médio da Tesla nos últimos seis meses é de mais de 650 bilhões de dólares, o que abriu caminho para todas as 12 tranches de opções serem entregues a Musk. Se a companhia continuar alcançando metas cada vez maiores de receita e Ebitda ajustado, as cinco tranches restantes serão liberadas.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).