DAKAR (Reuters) – O Twitter vai abrir seu primeiro escritório africano em Gana, afirmou a empresa nesta segunda-feira, buscando entrar em alguns dos mercados de crescimento mais rápido do mundo.

A África é a região menos explorada por empresas de tecnologia, com uso de internet pela população em torno de 39%, ante média mundial de 59%, segundo a consultoria StatCounter. Mas esse número cresce a cada ano graças à expansão das redes de banda larga móvel e à chegada de celulares acessíveis.

“Precisamos estar mais imersos nas ricas e vibrantes comunidades que lideram as conversas que acontecem todos os dias no continente africano”, disse o Twitter em comunicado.

O Twitter está em desvantagem contra seu maior rival, o Facebook, que abriu seu primeiro escritório africano em Joanesburgo, na África do Sul, em 2015 e planeja abrir um segundo em Lagos, na Nigéria. A empresa fechou um acordo com grandes empresas de telecomunicações africanas em 2020 para construir uma das maiores redes de cabo submarinas do mundo.

Quase 59% dos internautas africanos tinham contas no Facebook em março de 2021, enquanto apenas 11,75% tinham Twitter, mostram dados do StatCounter.

A iniciativa do Twitter foi bem-vinda em Gana, que surgiu como um pólo para startups africanas, ao lado dos pioneiros de tecnologia do continente África do Sul e Nigéria.

“Este é o início de uma bela parceria entre o Twitter e Gana”, tuitou o presidente do país, Nana Akufo-Addo. Ele disse que a presença da rede social foi crucial para o desenvolvimento do setor de tecnologia de Gana.

(Reportagem de Cooper Inveen)

((Tradução Redação São Paulo))

REUTERS IL AAP

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).