(Reuters) – A Taiwan Semiconductor Manufacturing, maior fabricante mundial de chips contratados, está aumentando os preços em até 20%, informou o Wall Street Journal nesta quinta-feira, citando pessoas familiarizadas com o assunto.

A empresa planeja aumentar os preços de seus chips mais avançados em cerca de 10%, enquanto os chips menos avançados usados por clientes como fabricantes de automóveis custarão cerca de 20% mais, segundo a reportagem.

A TSMC não respondeu imediatamente a um pedido de comentário da Reuters.

Uma escassez global de chips semicondutores causou um grande atraso na atividade fabril, com montadoras reduzindo a produção e fabricantes de dispositivos eletrônicos enfrentando dificuldades para acompanhar o aumento da demanda por telefones, TVs e consoles de games durante a pandemia de Covid-19.

No mês passado, a TSMC disse que a falta de chips automotivos diminuiria gradualmente para seus clientes a partir deste trimestre, mas que o aperto da capacidade geral de semicondutores continuasse possivelmente no próximo ano.

(Reportagem de Arunima Kumar em Bengaluru)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).