BENGALURU, Índia (Reuters) – O aplicativo de vídeos TikTok disse nesta quarta-feira que apagou quase 62 milhões de vídeos de sua plataforma durante os primeiros três meses do ano por violarem suas diretrizes de segurança e privacidade.

Esses vídeos representaram menos de 1% do total publicado na plataforma e se enquadram em categorias como “nudez adulta e atividades sexuais, assédio e intimidação e comportamento de ódio”, disse a empresa em relatório.

Cerca de 8,5 milhões de remoções de conteúdo foram dos Estados Unidos, afirmou o TikTok.

A empresa publica relatórios de transparência desde 2019.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).