XANGAI/HONG KONG (Reuters) – A Tesla negocia com a fabricante chinesa de baterias EVE Energy para adicioná-la à sua cadeia de insumos da fábrica em Xangai, disseram quatro fontes a par do assunto, conforme busca elevar a compra de baterias de baixo custo.

A EVE fabrica baterias de fosfato de ferro-lítio (LFP), mais baratas porque usam ferro em vez de níquel e cobalto. Mas as baterias LFP geralmente oferecem um alcance mais curto com uma única carga do que a alternativa mais popular de níquel/cobalto. A EVE se tornaria a segundo fornecedora de baterias LFP para a Tesla, além da Amperex (CATL).

As negociações estão avançadas e a Tesla busca finalizar a parceria no terceiro trimestre, disseram duas fontes.

Tesla e EVE não responderam aos pedidos de comentários da Reuters.

As negociações acontecem no momento em que a Tesla enfrenta crescente competição de rivais chineses como Nio e Li Auto, bem como a crescente pressão de custos.

A EVE, que fornece baterias para a fabricante chinesa de carros elétricos Xpeng, também tem parcerias de fornecimento de bateria com BMW e Daimler.

(Reportagem de Zhang Yan e Julie Zhu)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).