BERKELEY, California (Reuters) – A Tesla Inc informou neste sábado que inseriu uma opção para que alguns clientes assinem o seu software avançado de direção autônoma Full Self-Driving por 199 dólares por mês, em vez do pagamento de 10.000 dólares à vista.

A Tesla havia dito anteriormente que seu serviço de assinatura vai gerar receita recorrente e ampliará a sua base de clientes para produtos mais sofisticados, que permitem mudança de faixa em rodovia e auxílio para balizas.

Mas a fabricante norte-americana de carros elétricos reiterou neste sábado que os recursos atuais “não tornam o veículo autônomo” e ainda é necessário que haja um “piloto totalmente atento, com as mãos no volante”.

O diretor-financeiro da Tesla, Zachary Kirkhorn, disse em abril que o serviço de assinatura que era planejado geraria uma receita recorrente para a empresa, embora “possa haver um período de tempo em que o dinheiro será reduzido em curto prazo”.

A Tesla afirmou que o serviço de assinatura está disponível em veículos equipados com a versão 3.0 do sistema ou acima. Disse aos clientes que a atualização para o novo hardware custaria 1,5 mil dólares.

(Reportagem de Hyunjoo Jin)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).