Por Manya Saini

BENGALURU, Índia (Reuters) – A empresa de criptomoedas FTX Trading realizou uma captação de recursos que elevou seu valor para US$ 25 bilhões, em uma operação que reuniu grandes investidores e a tornou uma das startups no setor mais valiosas do mundo.

O financiamento, liderado por investidores como o fundo de pensão dos professores de Ontário, Temasek e Tiger Global, é uma continuação de uma rodada anterior de captação série B realizada em julho, quando a startup de dois anos levantou US$ 1 bilhão junto a SoftBank, Temasek e outros investidores. Na ocasião sua avaliação era de US$ 18 bilhões.

A rodada de financiamento mais recente somou US$ 420 milhões e atraiu 69 investidores.

Fundada por Sam Bankman-Fried e Gary Wang e sediada nas Bahamas, a FTX é a proprietária e operadora da bolsa de criptomoedas FTX.com que atende a uma ampla base de clientes, incluindo investidores de varejo, escritórios familiares e investidores institucionais.

A FTX também conta com o casal de celebridades Tom Brady e Gisele Bündchen entre seus patrocinadores. A plataforma atualmente não está disponível para residentes nos Estados Unidos.

Em um comunicado divulgado nesta quinta-feira, a FTX disse que sua base de usuários cresceu 48% desde a rodada de captação de julho e que seu volume médio de negócios aumentou 75%, com média de US$ 14 bilhões por dia.

(Por Manya Saini)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).