SÃO PAULO (Reuters) – A gestora Pátria Investimentos informou nesta terça-feira que adquiriu as companhias de cibersegurança Neosecure e Proteus, formando a maior plataforma especializada em soluções de segurança da informação da América Latina.

O Pátria, que possui o Blackstone Group entre seus acionistas, também revelou que planeja listar ações da nova companhia no futuro próximo.

A empresa não revelou quanto pagou pelas aquisições, mas disse que pretende investir 250 milhões de dólares no setor. Também deseja acelerar seu crescimento no mercado de segurança da informação por meio de novas aquisições.

O Pátria acrescentou que seu novo empreendimento de cibersegurança possui operações no Brasil, Chile, Argentina, Peru e Colômbia, com uma receita anual estimada em 500 milhões de reais.

“Nosso objetivo é acelerar a consolidação desse mercado por meio de aquisições de players estratégicos e, em breve, levantar mais capital via oferta pública inicial (IPO) para acelerar o crescimento e perpetuar a empresa”, disse Marcelo Romcy, cofundador da Proteus e sócio da nova plataforma.

A Pátria havia levantado 588 milhões de dólares em seu próprio IPO na Nasdaq no início deste ano.

(Por Gabriel Araujo)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).