KIGALI (Reuters) – Senegal, Ruanda e África do Sul estão conversando com investidores para iniciar a produção de vacinas contra o coronavírus na África, disse o presidente ruandense, Paul Kagame, nesta segunda-feira.

A África está “tentando encontrar parceiros para começar a fabricar vacinas em nosso continente”, disse Kagame no Fórum Econômico do Catar.

“Estamos debatendo com pessoas que ajudarão com o financiamento, e acho que em alguns meses devemos ouvir uma história diferente”, disse Kagame, sem apresentar detalhes de como a empreitada será custeada.

O continente de 1,3 bilhão de habitantes só vacinou cerca de 1% de sua população com as duas doses contra a Covid-19, enquanto alguns países mais ricos já inocularam cidadãos suficientes para começar a reativar suas economias.

Ainda nesta segunda-feira, Kagame deu a entender que um título europeu é uma opção para ajudar a pagar pela fabricação de vacinas na África.

“Ruanda tem tido uma avaliação de crédito B+ muito boa. O Eurobond é uma boa opção que nos proporcionará recursos que estamos buscando”, disse.

(Por Clement Uwiringiyimana)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).