A Oracle assumirá a operação do app TikTok nos Estados Unidos, segundo informação do The Wall Street Journal na noite deste domingo (13). Mais cedo, a ByteDance, empresa chinesa dona do aplicativo, rejeitou a oferta da Microsoft.

Estima-se que mais de 100 milhões de americanos usem regularmente o TikTok, uma rede social que une vídeos e música e que tem se tornado cada vez mais popular no mundo.

A administração de Donald Trump havia determinado que a ByteDance repassasse a gestão do aplicativo nos EUA até o dia 20 de setembro. Caso o prazo não fossse cumprido, o app podia ser banido do país. A medida, segundo Trump, visava proteger os dados dos cidadãos americanos.

Derrota para a Microsoft

No fim da tarde de domingo, a Microsoft, que era tida como favorita para assumir o TikTok nos EUA, informou que sua proposta havia sido rejeitada pelos chineses. “A Bytedance nos informou hoje que eles não vão vender as operações americanas da Tik Tok para a Microsoft”, disse a empresa, em comunicado.

“Estávamos confiantes que nossa proposta teria sido boa para os usuários do Tik Tok, além de proteger os interesses nacionais de segurança”, diz a Microsoft, completando que teria executado mudanças significativas para que is serviços do aplicativo obedecessem os “padrões mais elevados de segurança, privacidade, segurança online e desinformação”.

 

 

 

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu WhatsApp? É só entrar no grupo pelo link: https://6minutos.uol.com.br/whatsapp.