Por Lisa Richwine

LOS ANGELES (Reuters) – Hollywood está novamente ligando os motores para os lançamentos da temporada de verão no hemisfério norte, pela primeira vez desde que a pandemia de Covid-19 colocou a indústria cinematográfica em suspensão. 

O novo filme da popular franquia “Velozes e Furiosos” chega aos cinemas nos Estados Unidos e Canadá na noite de quinta-feira. É o primeiro longa de ação e de grande orçamento a ser lançado exclusivamente nos cinemas neste ano.

As operadoras de cinemas esperam que “Velozes e Furiosos” retome as vendas domésticas nas bilheterias e as ajudem a recuperar as perdas provocadas pelos longos períodos fechados ou restritos, com poucos novos filmes para exibir. 

A Universal Pictures adiou o lançamento que seria em maio de 2020 para que os fãs pudessem assistir “Velozes e Furiosos” em segurança em uma tela grande e em meio ao público, afirmou o diretor Justin Lin. 

“Quando fazemos esses filmes, buscamos conexão”, disse Lin em uma entrevista. “É para que as pessoas cheguem aos cinemas com seus amigos e família, que consigam vibrar juntos, e rir juntos ao lado de estranhos”. 

A franquia “Velozes e Furiosos” começou como uma história sobre corridas de rua ilegais e evoluiu para uma saga de uma equipe unida e envolvida em espionagem. É uma das franquias mais bem sucedidas de Hollywood, responsável por levantar 5 bilhões de dólares desde o primeiro filme em 2001. 

No último capítulo, Dom (interpretado por Vin Diesel) e Letty (Michelle Rodriguez) estão vivendo uma vida pacata, com um filho jovem, quando são convidados a impedir um plano perigoso. O filme oferece sequências de perseguições de carro – principal marca da franquia – e desta vez sobe um patamar ao lançar um carro ao espaço com um foguete. 

Ao longo do caminho, Dom precisa “se acertar com seus atos do passado para ter esperanças para o futuro”, disse Lin, um tema que pode fazer com que o público marcado pela pandemia se identifique com o protagonista.

“Eu consigo me identificar com isso”, disse. “É algo que todos estamos passando”. 

Os cinemas dos Estados Unidos e Canadá realmente precisam da audiência. O movimento das bilheterias despencou 81% em 2020 em relação ao ano anterior, para 2,1 bilhões de dólares. As vendas até agora em 2021 estão aproximadamente em 881 milhões de dólares. 

“Velozes e Furiosos” inicia a temporada do verão norte-ameircano e será seguido por “Viúva Negra”, e “Shang-Chi e a Lenda dos Dez Anéis”, da Marvel, e pelo remake de “Space Jam”, estrelando o astro LeBron James. Também chegarão aos cinemas o spinoff de G.I. Joe “Snake Eyes” e a sequência do filme da DC Comics “Esquadrão Suicida”, entre outros.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).