Por Josh Smith e Sangmi Cha

SEUL (Reuters) – O novo enviado dos Estados Unidos para a Coreia do Norte disse nesta segunda-feira em Seul que espera uma “reação positiva em breve” a um diálogo da parte de Pyongyang.

Sung Kim, representante especial dos EUA para a Coreia do Norte, está na Coreia do Sul para uma visita de cinco dias em meio a um impasse nas conversas de desnuclearização com Pyongyang, e não há relatos de qualquer planejamento de contatos com o regime.

“Continuamos a esperar que a RPDC reaja positivamente à nossa aproximação e nossa oferta de reunião em qualquer local e qualquer ocasião sem precondições”, disse Kim usando as inicias do nome oficial do país, República Popular Democrática da Coreia.

Kim chegou no sábado, um dia depois de a mídia estatal norte-americana noticiar que o líder Kim Jong Un pediu a preparação tanto de um diálogo quanto de um confronto com os EUA, em particular este último.

“Estaremos preparados para ambos, porque, vocês sabem, ainda estamos esperando uma resposta de Pyongyang sobre uma reunião”, disse Sung Kim. “Temos esperança de que um diálogo indique que teremos uma reação positiva em breve.”

Enquanto isso, os EUA continuarão a aplicar resoluções do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) que impuseram sanções à Coreia do Norte devido ao seu programa de armas nucleares e pedirão que outros países façam o mesmo, disse Kim.

Kim teve reuniões consecutivas com o principal enviado sul-coreano para a questão nuclear, Noh Kyu-duk, e uma sessão trilateral que incluiu sua contraparte japonesa, Takehiro Funakoshi.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).