A Apple anunciou nesta terça-feira (15) o novo Apple Watch Series 6 que monitora o oxigênio no sangue do usuário e custará a partir de US$ 399, com uma versão mais barata a US$ 279, abrindo a temporada de compras de fim de ano que será diferente de qualquer outra por causa da pandemia de Covid-19. A empresa disse que os dois novos smartwatches já estão em pré-venda e estarão disponíveis nas lojas na sexta-feira (18).

O novo recurso do Apple Watch de monitorar o oxigênio no sangue usando luz infravermelha deve ser utilizado para fins de saúde e bem-estar. Um nível de oxigênio entre 95% e 97% no sangue é considerado normal pela American Lung Association. Pacientes com menos de 95% devem procurar um médico e aqueles com menos de 90% devem ir ao pronto-socorro, aconselham especialistas em saúde.

A gigante de tecnologia também anunciou um novo serviço de condicionamento físico por meio de sessões virtuais e um pacote que inclui todas as suas assinaturas.

O pacote Apple One custará US$ 15 por mês para um plano individual ou US$ 20 no plano familiar e inclui televisão, música e jogos. A Apple também está oferecendo um pacote por US$ 30 mensais que conta com seu serviço de notícias e o Apple Fitness +.

Novidades também nos iPads

A empresa também adicionou um chip mais rápido ao modelo mais barato do iPad, vendido por US$ 329. O novo iPad Air custará US$ 599 e se parecerá mais com o iPad Pro. Segundo a Apple, o novo chip A14 será o primeiro a usar um processo de fabricação de chips de 5 nanômetros.

Seu produto mais vendido – o iPhone – deve ser anunciado no mês que vem, depois que executivos disseram que seu lançamento será adiado por várias semanas por interrupções relacionadas à pandemia.

As ações da empresa dispararam este ano, mesmo com a pandemia afetando as economias de todo o mundo, em grande parte graças ao crescimento das vendas que superaram as expectativas de Wall Street.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu WhatsApp? É só entrar no grupo pelo link: https://6minutos.uol.com.br/whatsapp.