Uma nova ferramenta do aplicativo de relacionamento Badoo permite ao usuário escolher se quer ou não receber uma foto íntima enviada pela pessoa com quem está conversando. A medida faz parte de uma ação da empresa que reforça a importância do consentimento, em curso desde o Carnaval de 2020 com a campanha “Não é não“.

Ao identificar uma “nude”, o detector de privacidade automaticamente embaça a foto, apresenta ao usuário a opção de ver ou não o conteúdo. Caso recuse, ele poderá escolher entre continuar conversando com a pessoa, bloqueá-la ou fazer uma denúncia ao suporte do aplicativo.

Enviar uma fotos íntimas sem consentimento de quem irá recebê-las é considerado assédio, e configura crime no Brasil desde outubro de 2018. O ato é considerado como a prática libidinosa contra alguém, sem consenso, para satisfazer a própria lascívia ou a de terceiro. Em outros aplicativos de relacionamento, como o Tinder, não é possível enviar fotos de qualquer tipo, justamente para prevenir o crime.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).