Por Stephen Nellis

SÃO FRANCISCO, Estados Unidos (Reuters) – A Microsoft anunciou nesta quarta-feira que vai lançar uma versão do Windows baseada na nuvem, com objetivo de tornar mais simples o acesso a programas que precisam do sistema operacional a partir de uma gama mais ampla de dispositivos.

Chamado de Windows 365, o serviço vai ser lançado em 2 de agosto e funcionará como na compra de um computador novo: A empresa ou escola escolhe quanto quer de poder de computação, memória e armazenamento para a nova máquina.

Mas em vez de esperar pela chegada física do computador, o funcionário ou estudante poderá acessar o sistema operacional pela internet por meio de um PC, Mac, iPhone, celular com Android ou Chromebook, desde que o browser seja compatível com HTML 5.

A versão sob demanda do Windows foi criada em resposta a clientes que têm interesse que os usuários tenham acesso mais rápido e simples a um computador, independente da localização que estejam.

O serviço é semelhante aos chamados computadores “virtuais” ou “remotos” que existem há décadas mas que precisam de equipes sofisticadas de tecnologia da informação para serem administrados.

A Microsoft espera que o Windows seja simples o bastante para que pequenas empresas ou escolas o utilizem sem a necessidade de terem um departamento de TI.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).