Por Alan Baldwin

(Reuters) – A Mercedes modificou um “botão mágico” no volante de Lewis Hamilton para evitar a repetição do erro ocorrido no Grande Prêmio do Azerbaijão que custou ao heptacampeão mundial a liderança do campeonato de Fórmula 1.

Hamilton revelou após a corrida de 6 de junho em Baku que ele acidentalmente apertou o botão na relargada, deixando-o sem freios traseiros na primeira curva e levando-o para fora da pista, e da segunda para a 15ª posição.

O líder do campeonato da Red Bull, Max Verstappen, já havia deixado a corrida, e Hamilton, tentando ultrapassar Sergio Perez, companheiro de equipe do piloto holandês, em busca da vitória da prova, estava pronto para recuperar a liderança geral.

“Acabamos de colocar uma proteção em torno dele para garantir que eu não possa tocá-lo acidentalmente no futuro”, disse o britânico a repórteres no Grande Prêmio da França.

“Isso é para o curto prazo. Obviamente, não é tão fácil de trocar o volante ou mover os botões. Buscaremos uma solução a longo prazo.”

Hamilton está quatro pontos atrás de Verstappen após seis corridas, apesar de ter vencido três delas.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).