O JP Morgan lançou uma opção de pagamentos em tempo real para ampliar sua capacidade de lidar com crescentes volumes de transações digitais no mundo.

O produto permite que clientes corporativos enviem pedidos de pagamento para cerca de 57 milhões de clientes de varejo do banco que usam seu aplicativo ou site, reduzindo o custo e o tempo para essas empresas serem pagas, disse Cyrus Bhathawalla, chefe global de pagamentos em tempo real do banco.

Maior banco dos Estados Unidos, o JP Morgan tem investido pesado no setor digital, tendência impulsionada pelas medidas de isolamento social.

“Nosso trabalho é fornecer vários tipos de pagamento diferentes para que empresas e comerciantes possam fornecer as opções certas aos seus clientes”, disse Bhathawalla.

O serviço entrou no ar em julho e iniciou uma fase piloto com seu primeiro cliente corporativo, uma fintech, na semana passada. Os executivos se recusaram a revelar o nome da empresa.

Atualmente, as empresas podem ter que esperar uma semana para receber o pagamento. Um pagamento digital pode acontecer em menos de 30 segundos, disse ele.

O anúncio acontece no momento em que o Pix, serviço instantâneo de pagamentos e que funciona 24 horas por dia, 365 dias por ano, se populariza rapidamente no Brasil.

 

 

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).