PEQUIM (Reuters) – As importações chinesas de soja do Brasil subiram 82% em maio, comparado ao mês anterior, reforçadas por cargas que deveriam ter chegado antes, mas foram atrasadas pela chuva, mostraram dados alfandegários neste domingo.

Maior importadora de soja do mundo, a China levou 9,23 milhões de toneladas de soja do país da América do Sul em maio, ante 5,08 milhões de toneladas em abril, segundo dados da Administração-Geral de Alfândega.

As importações de maio também foram superiores aos 8,86 milhões de toneladas importadas do principal fornecedor de soja da China um ano atrás.

A China levou 244.431 toneladas de soja dos Estados Unidos em maio, queda de 50% das 491.700 toneladas um ano antes. Os carregamentos caíram 89% de 2,15 milhões de toneladas em abril, segundo os dados alfandegários.

Nos primeiros cinco meses do ano, a China importou 15,66 milhões de toneladas de grãos brasileiros, queda em relação a 22,04 milhões de toneladas no mesmo período do ano passado.

Importações dos Estados Unidos entre janeiro e maio totalizaram 21,53 milhões de toneladas, mais do que o dobro das 8,97 milhões de toneladas do ano anterior.

(Reportagem de Hallie Gu, Muyu Xu e Dominique Patton)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).