DUBAI (Reuters) – A empresa chinesa de tecnologia Huawei planeja abrir uma loja em Riad, na Arábia Saudita, a maior loja do tipo fora da China, disse o governo saudita na sexta-feira.

A Huawei assinou um contrato de leasing com a Kaden Investment da Arábia Saudita para a loja que permitirá à empresa chinesa ter acesso direto aos consumidores em meio à crescente demanda por produtos e serviços digitais no reino, disse o comunicado, sem dar uma data para a inauguração.

A Arábia Saudita espera que o uso da internet no reino aumente, passando de 82,6% da população em 2022, ante 73,2% em 2017, disse o relatório do Ministério de Investimento.

No ano passado, a Autoridade Saudita para Dados e Inteligência Artificial e a Huawei também assinaram um memorando para reconhecer a língua e personagens árabes usando tecnologia de inteligência artificial e com a ajuda de pesquisadores do reino e da Huawei.

Os EUA disseram aos aliados para não usarem a tecnologia da Huawei para construir novas redes de telecomunicações 5G por causa de preocupações de que ela pudesse ser um veículo de espionagem chinesa, acusação que a empresa nega.

Algumas empresas de telecomunicações nos países do Golfo, incluindo a unidade saudita KSA, da Zain, assinaram acordos para usar a tecnologia 5G da Huawei.

(Reportagem de Saeed Azhar)

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).