Por Maiya Keidan e Svea Herbst-Bayliss

TORONTO (Reuters) – Diversos fundos de cobertura podem ter sido fortemente prejudicados por apostas na Didi Global, segundo relatórios mostrando que as ações caíram desde que a empresa chinesa anunciou planos de se retirar da bolsa de Nova York.

As ações de Didi caíram 56,8% em relação ao preço de IPO de 30 de junho. A queda acelerou após a empresa dizer na sexta-feira que planejava sair da bolsa de Nova York e se listar em Hong Kong, cedendo aos reguladores chineses irritados com sua listagem nos Estados Unidos.

Os fundos de cobertura tinham 94,4 milhões de ações da Didi no fim de setembro, queda de 13,2 milhões de ações em relação ao trimestre anterior, de acordo com os arquivos compilados pelo rastreador da indústria Symmetric.

Entre os fundos de cobertura que compraram ações no terceiro trimestre, a Bridgewater Associates comprou quase 9 milhões. A Penserra Capital comprou 5,4 milhões de papéis, enquanto a Owl Creek Asset Management comprou 1,7 milhão e a Seven Eight Capital, 537.145 ações, mostraram os documentos. Já a Paulson & Co adicionou 1,6 milhão de ações no fim de setembro, e a Seven Eight Capital comprou 537.145 ações.

A Tiger Global Management e o fundo do bilionário George Soros também detinham participações consideráveis na Didi no fim do terceiro trimestre, juntos respondendo por 4,7 milhões de ações no final de setembro.

O fundo estatal de Cingapura Temasek reduziu sua posição na Didi em 3,6 milhões de ações, mas manteve 29,4 milhões de ações.

Bridgewater, Penserra, Owl Creek, Paulson, Seven Eight, Tiger e Soros não responderam aos pedidos de comentários. A Temasek se recusou a comentar a posição.

Entre os planos de pensão públicos que detinham ações da Didi estavam o Canada Pension Plan (CPP), a Caisse de dépôt et placement du Québec, com sede em Montreal, e o California Public Employees ‘Retirement System (CalPERS).

Uma porta-voz da Caisse se recusou a comentar, enquanto o CPP e o CalPERS não puderam ser contatados imediatamente.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).