PARIS (Reuters) – O governo da França permitirá que os clubes noturnos reabram em julho, disse o ministro da Saúde, Olivier Verán, nesta quinta-feira, a primeira vez que o setor volta a operar desde que foi fechado em meio ao primeiro lockdown contra a Covid-19 em março de 2020.

Verán disse que o governo está trabalhando em protocolos de segurança para a reabertura e que detalhes serão anunciados na próxima semana. No início deste mês, o presidente francês, Emmanuel Macron, disse que uma atualização sobre a operação destes estabelecimentos seria divulgada em 21 de junho.

“Em julho, os clubes noturnos devem reabrir com exigências específicas”, disse Verán à televisão BFM, sem dar uma data precisa.

Mais de 100 dos 1.600 clubes noturnos da França fecharam permanentemente por causa da crise da pandemia, de acordo com o Umih, sindicato do setor de hospitalidade.

A França amenizou seu terceiro lockdown de âmbito nacional, adotado para conter o surto de coronavírus, no mês passado com a reabertura de terraços no dia 19 de maio. Na semana passada, restaurantes, bares e cafés obtiveram permissão para voltar a receber clientes em seus espaços internos pela primeira vez em sete meses.

Na quarta-feira, o governo informou que um toque de recolher noturno terminará em 20 de junho, já que a situação pandêmica está melhorando mais rápido do que o esperado.

(Por Matthieu Protard e Nicolas Delame)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).