SÃO PAULO (Reuters) – A plataforma brasileira de investimentos Gorila anunciou nesta quinta-feira que recebeu um aporte superior a 100 milhões de reais, incluindo os fundos Ribbit, Apis Partners, Iporanga, monashees e 2TM.

Criada em 2016, a empresa tem um aplicativo no qual o usuário pode inserir seus investimentos ou por meio da integração com a B3 para conferir rentabilidade e cotações das aplicações, dados que são atualizadas automaticamente, mesmo tendo aplicações em bancos e corretoras diferentes.

Além de atender clientes de forma direta, o Gorila também oferece vários de seus serviços para as próprias corretoras e para assessores de investimentos.

Segundo a fintech, uma parte dos recursos recebidos será aplicada em tecnologia, produto, funcionários e crescimento do negócio – e em aquisições. A companhia também planeja comprar fatias minoritárias de escritórios de investimentos.

Recentemente, o Gorila se tornou sócio da consultoria Vita Investimentos, que presta assessoria para clientes com mais de 1,5 bilhão de reais em ativos.

Segundo o presidente e fundador da Gorila, Guilherme Assis, a meta da fintech é dobrar a carteira de clientes pessoa física em 2022, para cerca de 1 milhão, e triplicar o número de escritórios, para 300.

(Por Aluísio Alves)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).