(Reuters) – O Facebook anunciou nesta segunda-feira que iria tratar as próximas duas semanas como um “grande evento cívico” e que irá remover certos conteúdos que contenham a frase “stop the steal” (“parem com o roubo”) de suas plataformas de redes sociais. 

“Com tentativas continuadas de organizar eventos contra o resultado da eleição presidencial dos EUA que podem levar à violência, e por conta do uso do termo pelos envolvidos no episódio de violência da última quarta-feira em Washington, estamos tomando essa medida adicional nos dias que antecedem a posse”, afirmou a empresa em uma publicação em seu blog. 

Uma porta-voz do Facebook esclareceu que a companhia permitiria publicações que compartilhem claramente a frase “stop the steal” para criticá-la ou discuti-la de maneira neutra. 

Em novembro, o Facebook removeu o grupo “Stop the Steal”, no qual apoiadores do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, publicaram mensagens com uma retórica violenta e afirmações falsas sobre a ocorrência de fraude eleitoral. 

A empresa, no entanto, não agiu contra a retórica semelhante antes das eleições e recebeu críticas nesta semana por não ter removido posts estimulando o cerco ao Capitólio. 

O Facebook também disse que manteria pausados os anúncios em publicações nos EUA sobre política ou eleições. 

(Reportagem de Ayanti Bera, em Bengaluru, e Katie Paul, em Palo Alto)

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).