Por Elizabeth Culliford

SÃO FRANCISCO, Estados Unidos (Reuters) – O Facebook não vai notificar mais de meio bilhão de usuários que tiveram vazadas suas informações pessoais na rede social antes de 2019, afirmou um porta-voz da companhia nesta quarta-feira.

A Business Insider publicou na semana passada que números de telefone e outros detalhes de usuários da rede social foram incluídos por terceiros num banco de dados disponibilizado na internet. O Facebook afirmou na terça-feira que “agentes maliciosos” tiveram acesso aos dados anteriores a setembro de 2019 ao explorarem uma vulnerabilidade na ferramenta de sincronização de contatos da plataforma.

O porta-voz do Facebook afirmou que a companhia não tem certeza de ter total visibilidade sobre quais usuários poderiam ser notificados do vazamento de dados. Ele afirmou que a empresa também leva em consideração que os usuários não podem resolver o problema e que os dados foram disponibilizados de forma pública. A empresa também afirmou que resolveu a vulnerabilidade depois de identificar o problema na ocasião.

As informações vazadas não incluem dados financeiros, de saúde ou senhas, afirmou o Facebook. Entretanto, os dados coletados podem ser úteis nas mãos de hackers.

((Tradução Redação São Paulo, 55 11 56447753))

REUTERS AAJ AAP

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).