Uma empresa de tecnologia de origem finlandesa e norueguesa desenvolveu uma ferramenta projetada para combater o bullying online entre crianças.

A proposta é uma fonte de código aberto que reescreve palavras ofensivas enquanto a pessoa digita. A ideia é “desarmar os cyberbullies”, disse o desenvolvedor TietoEVRY Oyj.

O recurso, batizado Polite Type (escrita educada, em tradução livre), rescreveria “Eu te odeio” para “Eu discordo de você”, por exemplo. A ferramenta também desfoca as palavras sem tradução literal ou com um significado muito amplo para ser substituído por apenas uma palavra.

Mais de um terço do bullying acontece pela internet, disse TietoEVRY, citando um relatório da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco. O recurso foi desenvolvido em parceria com grupos anti-racismo e pró-inclusão. Adolescentes também participaram do processo, segundo comunicado.

“Queremos que os agressores repensem as palavras que usam e o real significado por trás delas”, disse Kia Haring, chefe global de comunicação e sustentabilidade da TietoEVRY. “Espero que nossa causa atue como um alerta para que todos vejam que o bullying pode ser combatido.”

O Polite Type pode ser baixado e usado gratuitamente.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu WhatsApp? É só entrar no grupo pelo link: https://6minutos.uol.com.br/whatsapp.