Por Aditi Shah e Jane Wardell

(Reuters) – A empresa indiana de transporte por aplicativo Ola planeja abrir o capital no primeiro semestre de 2022, disse o presidente-executivo Bhavish Aggarwal nesta quinta-feira.

A Ola, apoiada pelo SoftBank, também se prepara para criar uma espécie de “superaplicativo” com planos de ampliar seus serviços além da mobilidade para incluir finanças pessoais e micros seguros, disse Aggarwal na Reuters Next.

A Ola, que tem participação majoritária no mercado indiano de caronas, onde compete com a Uber, tem planos de levantar até 1 bilhão de dólares por meio de um IPO.

“Nossa visão de negócios é se tornar uma plataforma de mobilidade maior e ampla”, disse Aggarwal.

Ele disse que deseja expandir a oferta e planeja alavancar a base de clientes para oferecer serviços de finanças pessoais e microsseguro, avançando para um super aplicativo.

AMBIÇÕES DE EVS

Aggarwal também planeja listar o negócio de veículos elétricos da Ola no futuro, e já está operando com suas scooters elétricas, para as quais recebeu 1 milhão de reservas, disse.

A empresa planeja lançar um carro elétrico em 2023 e está planejando estabelecer uma fabricação local de células de bateria, mas tem sido criticada por atrasos nas entregas de scooters. Aggarwal disse que esses atrasos foram causados pela escassez global de semicondutores e que as primeiras entregas estavam programadas para 15 de dezembro.

Para acompanhar Reuters  Next: https://reutersevents.com/events/next

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).