A Embraer informou na noite desta segunda-feira, 30, que sofreu um ataque cibernético aos seus sistemas de tecnologia da informação, que resultou na divulgação de dados supostamente atribuídos à empresa na madrugada de 30 de novembro. “O referido ataque cibernético foi identificado em 25 de novembro de 2020, o qual indisponibilizou o acesso a apenas um único ambiente de arquivos da Companhia”, afirma a fabricante de aviões em fato relevante.

Diante do ocorrido, a Embraer deu início de imediato a investigação, com o isolamento de alguns de seus sistemas e consequente impacto temporário em algumas operações. A companhia afirma, no entanto, que continua operando com o uso de alguns sistemas em regime de contingência, sem impactos relevantes sobre as atividades. A empresa afirma ainda que avalia os impactos sobre seus negócios e terceiros, bem como as medidas a serem tomadas.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).