SÃO PAULO (Reuters) – A empresa de pagamentos CSU anunciou nesta quarta-feira a entrada no mercado de banking as a service (BasS), provendo infraestrutura de serviços financeiros para empresas de diversos setores.

Segundo o diretor-presidente da companhia, Marcos Leite, o BaaS movimentará cerca de 8 bilhões de reais nos próximos 5 anos no país e a empresa investirá 150 milhões de reais para ter uma participação relevante neste setor por meio da unidade Blue C.

A Blue C usará o modelo white label, vendendo serviços de infraestrutura bancária para terceiros, que aplicarão suas próprias em produtos como contas digitais para pessoas físicas e empresas, além de crédito, câmbio, seguros, investimentos e adquirência. A CSU afirma ter mais de 28 milhões de cartões em sua base, processando 15 bilhões de reais por mês em transações.

(Por Aluísio Alves)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).