As contas de Twitter de Bill Gates, Elon Musk, Jeff Bezos e figuras políticas, incluindo o candidato presidencial Joe Biden, estavam entre os usuários de mídia social de alto perfil que aparentemente foram hackeadas para promover um golpe envolvendo a transferência de Bitcoins nesta quarta-feira (15).

Muitas dessas contas enviaram tweets prometendo dobrar o dinheiro enviado por qualquer pessoa que transferisse fundos via Bitcoin em até 30 minutos. As contas corporativas da Uber e da Apple também publicaram tweets semelhantes com a fraude logo depois.

Até agora, a conta Bitcoin divulgada pelos hackers recebeu mais de 11 Bitcoins, no valor de mais de US$ 100 mil.

Entre outras contas que também foram hackeadas, estão a do rapper Kanye West e o ex-prefeito de Nova York, Michael Bloomberg.

Quando procurado para se manifestar sobre o incidente, o Twitter afirmou que está investigando o problema. As ações da empresa caíram 2,3% após o fechamento do mercado nesta quarta.

Algumas das contas hackeadas disseram que usavam autenticação de dois fatores e senhas fortes, mas os tweets indicam que foram postadas usando o aplicativo da web do Twitter.

O Twitter já havia sofrido ataques hackers contra contas de alto perfil, incluindo a do CEO da empresa, Jack Dorsey. Neste caso, o ataque acontecia por meio de uma troca do cartão SIM, o que significa que um usuário encontrou uma maneira de imitar o número de telefone da conta e twittar via mensagens de texto. Após a sequência de incidentes, o Twitter fechou a brecha ao suspender a capacidade de twittar via mensagem de texto.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).