BANGALORE, Índia (Reuters) – A controladora de um clone indiano do TikTok levantou mais de 100 milhões de dólares de investidores que incluem Google e Microsoft, meses após o aplicativo chinês ter sido banido da Índia.

O Josh é uma de várias plataformas de vídeos curtos que surgiram desde que o governo indiano proibiu o TikTok em junho, em meio a uma crise de fronteira com a China.

A VerSe Innovation, que controla o Josh, está avaliada agora em mais de 1 bilhão de dólares após o aporte, afirmou a empresa em comunicado.

Em setembro, a plataforma indiana de compartilhamento de conteúdo ShareChat levantou 40 milhões de dólares de investidores que incluíram o Twitter e a Lightspeed Ventures, numa estratégia para acelerar o crescimento de seu aplicativo vídeos curtos Moj.

Tanto Josh quanto o Moj já foram instalados em mais de 50 milhões de aparelhos cada, segundo a Play Store, do Google.

O Google anunciou neste ano 10 bilhões de dólares para investimentos na Índia.

(Por Sachin Ravikumar)

((Tradução Redação São Paulo, 55 11 56447753)) REUTERS AAJ AAP

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).