BRASÍLIA (Reuters) – O presidente Jair Bolsonaro editou um decreto que cria um programa com o objetivo de oferecer serviços de banda larga de boa qualidade à população da região amazônica, um atendimento a exigências que haviam sido formuladas pelo Tribunal de Contas da União (TCU) e na iminência de ser publicado o edital para o leilão do 5G.

O Programa Amazônia Integrada e Sustentável (Pais), segundo a Secretaria-Geral da Presidência, tem por objetivo implantar uma rede de transporte de fibra óptica de alta capacidade ao longo dos rios da região amazônica e de redes metropolitanas nos municípios conectados à rede de transporte.

Segundo o governo, as redes implantadas vão permitir a conexão de estabelecimentos públicos, como instituições de ensino, unidades de saúde, hospitais, bibliotecas, instituições de segurança pública e tribunais.

(Reportagem de Ricardo Brito)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).