BRASÍLIA (Reuters) – O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), apresentou um pedido de vista e, com isso, suspendeu o julgamento iniciado nesta sexta-feira de ação movida pelo PT e pelo PSOL que questiona lei aprovada pelo Congresso Nacional que instituiu a autonomia do Banco Central (BC).

Barroso quer mais tempo para avaliar a ação. Não há prazo para que o processo volte à pauta de julgamento.

Na véspera, reportagem da Reuters, citando três fontes com conhecimento do assunto, apontou que o STF tendia a confirmar a lei.

A ação preocupa a equipe econômica do governo Jair Bolsonaro num momento em que o próprio BC começou a lançar mão de um aumento da taxa básica de juros para conter a pressão inflacionária. Nesta quarta, a autoridade monetária elevou a Selic pela terceira vez consecutiva, em 0,75 ponto porcentual e indicou mais aperto à frente.

(Reportagem de Ricardo Brito)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).