Por Brenda Goh

XANGAI, (Reuters) – O grupo de tecnologia chinês Baidu e a startup de autônomos Pony.ai obtiveram aprovação para lançar serviços pagos de robô-táxis sem motoristas, que farão com que as empresas implementem quase 100 veículos em uma área na capital chinesa, Pequim.

O jornal Beijing Daily, estatal, divulgou as aprovações na quinta-feira, citando uma cerimônia realizada pela Zona de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico de Pequim, localizada uma área de 60 quilômetros quadrados.

O Baidu informou em um comunicado que esta seria a primeira implantação comercial de seu serviço Apollo Go em vias abertas.

Os clientes poderão chamar um dos 67 carros do serviço diário em mais de 600 pontos de coleta e entrega em áreas comerciais e residenciais, disse a empresa, que cobrará tarifas semelhantes ao serviço premium de corridas compartilhadas na China, acrescentou um porta-voz do Baidu.

O Pony.ai, apoiado pela Toyota, também confirmou que recebeu a aprovação para seu serviço Xiaoma Zhixing de Pequim em sua conta oficial do Weibo.

Em maio, o Baidu lançou serviços pagos de robo-táxi sem motorista em uma área muito menor de 2,7 quilômetros quadrados no Parque Shougang de Pequim. A empresa espera que o serviço Apollo Go esteja em 65 cidades até 2025 e 100 cidades até 2030, disse seu CEO, Robin Li, durante divulgação de últimos resultados trimestrais.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).