BRUXELAS (Reuters) – Autoridades de defesa da competição na União Europeia abriram nesta segunda-feira uma investigação detalhada sobre a aquisição da startup norte-americana de atendimento a clientes Kustomer pelo Facebook, por causa de preocupações de que o negócio pode prejudicar a concorrência.

A Comissão Europeia afirmou que tem preocupações sobre a aquisição uma vez que pode reduzir competição no mercado de software de gestão de relacionamento com clientes.

O órgão executivo da UE também manifestou risco de que o negócio possa fortalecer a posição do Facebook em propaganda online ao aumentar o volume de dados disponíveis para serem usados pela rede em publicidade dirigida.

O Facebook anunciou a transação com a Kustomer em novembro do ano passado, citando objetivo de ampliar os recursos do WhatsApp.

A Comissão Europeia afirmou que deu prazo até 22 de dezembro para tomar uma decisão.

(Por Foo Yun Chee)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).