(Reuters) – A Apple ameaçou retirar da App Store a rede social Parler a menos que a companhia altere suas políticas de moderação de conteúdo, afirmou o presidente-executivo da Parler, John Matze, nesta sexta-feira.

Parler é uma rede social para onde muitos apoiadores de Donald Trump migraram depois de serem expulsos de serviços como o Twitter. O presidente Jair Bolsonaro e seus filhos mantêm páginas no Parler.

Em uma carta enviada pela equipe revisora da App Store ao Parler, a Apple citou exemplos em que o serviço foi utilizado para organização de ataques em Washington depois da invasão do Capitólio por simpatizantes de Trump na quarta-feira.

A Apple não comentou o assunto.

(Por Stephen Nellis)

Quer tirar suas dúvidas sobre o Imposto de Renda de 2021? Mande sua pergunta por e-mail (faleconosco@6minutos.com.br), Telegram (t.me/seisminutos) ou WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).