A Amazon.com está em negociações para comprar a Metro-Goldwyn-Mayer, produtora dos filmes James Bond, segundo uma pessoa a par do assunto, o que pode tirar do mercado um dos últimos grandes estúdios de cinema independentes.

A Amazon avalia fazer uma oferta de cerca de US$ 9 bilhões, disse a pessoa, que pediu para não ser identificada. As conversas podem não ir em frente e detalhes como preço estão sujeitos a mudanças, disse a fonte. The Information e Variety divulgaram as negociações anteriormente.

A compra pode coroar a onda de acordos no segmento de streaming que devem marcar um ano recorde em aquisições no setor de mídia. As informações sobre as negociações vieram à tona no dia em que a AT&T anunciou o plano para criar um novo negócio de entretenimento ao unir ativos com a Discovery, uma empresa que será avaliada em cerca de US$ 130 bilhões, incluindo dívidas.

A proliferação de serviços de streaming, que incluem novidades como Disney+, HBO Max e Paramount+, pressiona a Amazon a comprar mais programação. O amplo conteúdo da MGM também fornece material de sobra quando a produção de novos programas e filmes ainda se recupera da pandemia.

MGM e Amazon não quiseram comentar sobre as negociações.

Mais de US$ 80 bilhões em aquisições no setor de mídia foram anunciadas neste ano, segundo dados coletados pela Bloomberg. Isso coloca 2021 no caminho para ser o período mais agitado do setor desde pelo menos 2000, quando AOL e Time Warner anunciaram planos de fusão.

A MGM é alvo de aquisição há anos, mas nunca conseguiu fechar um acordo. A empresa deu um novo passo no ano passado, quando o Wall Street Journal informou que a empresa havia contratado consultores para sondar ofertas.

A MGM também discutiu outros cenários com gigantes de tecnologia. O estúdio, cuja biblioteca inclui filmes como “Rocky” e “Silêncio dos Inocentes”, conversou com Apple e Netflix para exibir seu novo filme de James Bond diretamente por streaming. Mas a empresa disse no ano passado que está comprometida com o lançamento do filme nos cinemas, que tem estreia prevista em 8 de outubro nos Estados Unidos.

A Amazon reformula suas operações de entretenimento com o retorno do executivo veterano Jeff Blackburn. Ele deixou brevemente a empresa de comércio eletrônico para trabalhar na firma de capital de risco Bessemer Venture Partners do Vale do Silício. Mas agora vai assumir o comando da divisão de entretenimento da Amazon, que inclui o serviço de streaming Prime Video, Amazon Studios e o site de streaming de videogames Twitch.

A compra da MGM pela Amazon seria a maior aquisição da gigante de varejo desde que comprou o Whole Foods Market por US$ 13,7 bilhões em 2017.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).