A Alphabet, holding que controla as empresas do Google, registrou lucro líquido de US$ 10,67 bilhões no quarto trimestre, ou US$ 15,35 por ação diluída, um avanço ante o resultado de US$ 8,948 bilhões, ou US$ 12,77 por ação, registrado em igual período do ano anterior.

Qual foi a novidade no balanço da controladora do Google? Pela primeira vez, a Alphabet divulgou dados sobre a receita do YouTube, uma das empresas mais importantes do conglomerado. Mais que isso, revelou até a comparação com o ano passado.

Segundo o relatório divulgado nesta segunda (3), sua receita com o YouTube em 2019 ficou em US$ 15,15 bilhões, alta de 36% ante 2018. Além disso, a Alphabet também fez mais uma revelação inédita em seus balanços: a arrecadação do Google Cloud, serviço de armazenamento na nuvem, foi de US$ 8,9 bilhões em todo o ano passado, avanço de 53% em relação a 2018.

Mercado se frustra com expectativa da receita total e ações caem no pós-fechamento. O resultado superou a previsão de US$ 12,49 dos analistas ouvidos pela FactSet. A receita da companhia, por sua vez, avançou 17% na mesma comparação anual, a US$ 46,075 bilhões, porém frustrou a expectativa de US$ 46,94 bilhões dos analistas. A ação da companhia recuava cerca de 4% após o fechamento do mercado em Nova York.

(Com Estadão Conteúdo)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu WhatsApp? É só entrar no grupo pelo link: https://6minutos.uol.com.br/whatsapp.