Por Francesco Guarascio

BRUXELAS (Reuters) – Os torcedores da Euro 2020 deveriam evitar assistir jogos se estiverem com qualquer sintoma de Covid-19 e usar máscaras em estádios que permitem cerca de 50% da capacidade, pediu uma agência da União Europeia nesta quinta-feira em meio ao temor de que o torneio possa disseminar infecções.

O Campeonato Europeu, adiado no ano passado por causa da pandemia, começa na sexta-feira com 11 países sediando partidas e estádios reabrindo as portas para torcedores durante um mês.

Budapeste almeja capacidade máxima, enquanto São Petersburgo e Baku acolherão 50% do público. Amsterdã, Bucareste, Copenhague, Glasgow, Roma e Sevilha terão entre 25% e 45% da capacidade, Munique usará um mínimo de 22% e o estádio Wembley de Londres –o palco da final– um mínimo de 25% nos primeiros jogos.

O Centro Europeu de Controle e Prevenção de Doenças estima um público de cerca de meio milhão de espectadores.

“Caso eventos de reuniões em massa, como o Campeonato Europeu da Uefa, aconteçam na ausência de medidas de mitigação suficiente, o risco de transmissão local e pan-europeia de Covid-19, incluindo a disseminação de variantes preocupantes, aumentaria”, disse a agência em um relatório.

“Qualquer pessoa com sintomas compatíveis com Covid-19 não deveria comparecer a partidas ou eventos pós-partida, independentemente de sua situação de vacinação”, acrescentou, pedindo às autoridades que disponibilizem exames perto dos estádios.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).