MOSCOU (Reuters) – Todas as seis pessoas a bordo de um avião de transporte Antonov An-26 que caiu no extremo leste da Rússia na quarta-feira morreram, informou o Ministério de Serviços de Emergências russo nesta quinta-feira.

O avião, que a agência de notícias Tass disse pertencer a uma empresa que realiza inspeções técnicas em aeroportos russos e tinha 42 anos de uso, desapareceu das telas de radar no dia anterior.

O Ministério de Serviços de Emergências disse nesta quinta-feira que descobriu os destroços em um terreno de acesso difícil e que uma equipe de resgate escalou durante mais de cinco horas para chegar ao local.

“Infelizmente, em resultado da queda, não há sobreviventes”, disse a pasta em um comunicado.

Os padrões de segurança de aviação da Rússia melhoraram nos últimos anos, mas os acidentes, especialmente com aviões antigos em regiões remotas, não são incomuns. Em julho, todas as 26 pessoas a bordo de um Antonov An-26 turboélice morreram em uma queda em Kamchatka, também no extremo leste.

(Por Anton Kolodyazhnyy)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).