Por Zuzanna Szymanska

BERLIM (Reuters) – Policiais na Alemanha, Itália e Bulgária fizeram buscas em 46 prédios residenciais e comerciais, nesta quarta-feira, como parte de uma investigação europeia sobre a máfia italiana, disse a polícia alemã.

As incursões sincronizadas são resultado de uma investigação europeia sobre uma facção, algumas das quais pertencem à Ndrangheta, o grupo mafioso mais poderoso da Itália. Eles são acusados de constituir uma organização criminosa e de evasão fiscal no valor de milhões de euros.

A polícia da Baviera disse em um comunicado que a polícia e autoridades tributárias em Augsburg estão investigando o caso há mais de um ano, sob a liderança do Ministério Público Europeu.

A máfia Ndrangheta está sediada na região sul da Calábria e ultrapassou a mais famosa Cosa Nostra, da Sicília, tornando-se o grupo de crime organizado mais poderoso do país, e um dos maiores do mundo.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).