Por Philip Pullella

CIDADE DO VATICANO (Reuters) – O papa João Paulo 1º, que reinou durante somente 33 dias em 1978, será beatificado, o que o encaminha para uma possível canonização da Igreja Católica, informou o Vaticano nesta quarta-feira.

Um comunicado disse que o papa Francisco aprovou um decreto reconhecendo um milagre atribuído à intercessão do falecido pontífice italiano, cujo nome de batismo era Albino Luciani.

João Paulo 1º foi eleito em 26 de agosto de 1978 para suceder Paulo 6º e morreu inesperadamente no dia 28 de setembro. Ele foi sucedido por João Paulo 2º, o que fez 1978 entrar para a história da Igreja como o ano dos três papas.

Sua morte súbita deu origem a vários livros que alegaram teorias conspiratórias envolvendo assassinato e envenenamento, mas estas foram desacreditadas de maneira geral, e se supõe que ele morreu dormindo devido a um infarto, aos 65 anos.

O milagre no caso de João Paulo 1º é uma cura supostamente inexplicável de uma menina de 11 anos de Buenos Aires, de acordo com a mídia do Vaticano.

A Igreja Católica ensina que somente Deus realiza milagres, mas que santos que se acredita estarem com Deus no céu intercedem em nome de pessoas que oram por eles.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).