Por Anton Kolodyazhnyy e Gabrielle Tétrault-Farber

MOSCOU (Reuters) – O ministro russo de Emergências, Yevgeny Zinichev, morreu durante um treinamento no Ártico nesta quarta-feira, comunicou o ministério, segundo relatou a agência de notícias RIA.

Zinichev, que tinha 55 anos e comandava o destacado Ministério de Emergências desde 2018, morreu tentando salvar a vida de outra pessoa, disse a RIA, sem dar maiores detalhes.

“Zinichev morreu tragicamente enquanto desempenhava suas tarefas oficiais durante exercícios interdepartamentais para evitar situações de crise no Ártico, salvando a vida de alguém”, disse o ministério, segundo a agência.

Margarita Simonyan, editora-chefe do canal de televisão russo RT, disse que Zinichev estava em um parapeito com um operador câmera que escorregou e caiu na água.

“Havia um bom número de testemunhas, ninguém nem teve tempo de pensar no que aconteceu quando Zinichev se atirou na água pela pessoa caída e se chocou com uma rocha protuberante”, tuitou ela, acrescentando que o câmera também morreu.

Zinichev estava no Ártico para supervisionar manobras de larga escala e visitou o canteiro de obras de uma nova estação de bombeiros em Norilsk, além da equipe de busca e resgate da área, havia dito o ministério em um comunicado mais cedo nesta quarta-feira.

Antes de se tornar ministro, Zinichev teve uma série de empregos, entre eles o de vice-diretor do Serviço Federal de Segurança e o de governador interino de Kaliningrado por um período curto.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).