PARIS (Reuters) – A Royal Institution de Londres cancelou um evento organizado em nome de Éric Zemmour, comentarista de extrema-direita e provável candidato na eleição presidencial francesa do ano que vem que está sacudindo a campanha com sua linguagem polarizadora.

Zemmour escreveu diversos livros sobre o que ele classifica como a erosão da identidade nacional da França, culpando levas de imigração descontrolada. Sua retórica combativa a respeito do Islã e da segurança está ecoando em conservadores mais rígidos.

“A Royal Institution decidiu, 48 horas antes da conferência de Éric Zemmour, cancelar, por email e sem explicação, o agendamento que ele formalizou duas semanas atrás”, informou um comunicado emitido pela equipe de Zemmour na quarta-feira.

A instituição, fundada no Século 18 para promover a ciência e a pesquisa, disse que cancelou o evento de sexta-feira depois de uma “avaliação apropriada” sobre Zemmour, mas não quis entrar em detalhes.

Zemmour esperava falar diante de várias centenas de expatriados franceses que moram em Londres.

O cancelamento é incompreensível, e compensações serão solicitadas, disse o comunicado em nome de Zemmour.

Zemmour, de 63 anos, não anunciou oficialmente sua candidatura para a eleição presidencial francesa de 2022, mas se comporta em tudo como um candidato. Pesquisas de opinião mostram que ele pode chegar ao segundo turno.

(Por Juliette Jabkhiro)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).