O Facebook, dono do Instagram e WhatsApp, anunciou novas ferramentas que facilitam a comunicação entre clientes e empresas. As medidas surgem na esteira do avanço do e-commerce, que foi impulsionado pela pandemia, e dos novos hábitos de consumo das pessoas.

“É mais um passo que o Facebook dá para usar o WhatsApp como social commerce e transformar o aplicativo em canal de comércio de varejo”, afirma Eduardo Yamashita COO da Gouvea Ecosystem. “O WhatsApp tem de longe a maior base instalada nos lares brasileiros. Era natural e esperado que eles usassem essa base para se tornar um canal de venda.”

Como isso vai funcionar?

No caso do Instagram, as empresas poderão adicionar um botão em seus perfis para permitir que as pessoas enviem uma mensagem por WhatsApp a elas com um clique.

No caso do WhatsApp, são os usuários que poderão encontrar bares, restaurantes, lanchonetes e outros tipos de empreendimento que usam a plataforma para fazer negócios.

O estudo Tomorrow’s Consumer, da Mosaiclab, mostrou que uma das tendências de consumo que vão continuar depois da pandemia é a compra no comércio local. As pessoas querem facilidades para o dia a dia delas. Essa tendência já existe, mas vai se acentuar cada vez mais”, afirma Karen Cavalcanti, sócia e co-fundadora da Mosaiclab.

O que está por trás dessa estratégia?

O Facebook, que já é líder de publicidade digital, tenta se tornar um destino relevante de compras online. Karandeep Anand, vice-presidente de produtos de negócios do Facebook, disse que os novos recursos ajudarão a empresa a oferecer experiências de compra personalizadas aos usuários.

Integrar o WhatsApp é particularmente importante para clientes em países como Índia e Brasil, onde o aplicativo de mensagens do Facebook é amplamente usado, disse Anand.

Segundo Yamashita, o uso do WhatsApp como meio de pagamento também está em linha com a aposta do aplicativo no e-commerce. “Fizeram um primeiro movimento de integração de meios de pagamento e por enquanto só para transações de pessoa física para pessoa física. Mas é natural e esperado que eles liberem a possibilidade de pagamentos para empresas.”

Tudo isso já está disponível?

O Guia de Negócios do WhatsApp está sendo testado exclusivamente na cidade de São Paulo. A novidade, que será testada exclusivamente no Brasil, será chamada Guia de Negócios e funcionará como uma espécie de mapa de locais recomendados por usuários.

“No momento, o guia está disponível somente para algumas empresas no centro da cidade de São Paulo que vendem produtos e serviços na região, incluindo alimentação, varejo e educação. Com o tempo, esperamos incluir mais categorias e áreas geográficas, e disponibilizar o guia para mais para empresas que usam o app”, informou a empresa em comunicado.

Para as empresas que tiverem interesse em aderir e estejam localizadas no centro da cidade de São Paulo, o WhatsApp disponibilizou um vídeo explicativo para o processo de cadastro.

Tem mais novidade?

Sim. O Facebook disse que vai começar a testar a capacidade das marcas de enviar e-mails por meio de um recurso que permite gerenciar a presença nos aplicativos do site de mídia social, a fim de simplificar a forma como as empresas chegam aos clientes.

A empresa também testará novas contas de trabalho para permitir que os funcionários gerenciem páginas de negócios sem precisar fazer login com suas contas pessoais.

Whatsapp
Crédito: Divulgação

(Com Reuters e Agência Brasil)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).