Por Graham Keeley

MADRI (Reuters) – Turistas britânicos serão admitidos na Espanha a partir do próximo mês apenas se puderem mostrar a prova de vacinação para Covid-19, de acordo com um boletim do governo espanhol publicado neste sábado, quando o país apertou as restrições de viagem em meio a preocupações com a nova variante do coronavírus ômicron.

Até agora, os britânicos eram admitidos na Espanha se pudessem provar que tinham sido totalmente vacinados contra o coronavírus ou com a apresentação de um resultado negativo do teste de PCR feito até 72 horas antes de sua chegada.

“O aparecimento de novas variantes causadoras (do coronavírus) obriga a um aumento nas restrições”, afirmou o anúncio do boletim de Estado sobre pessoas do Reino Unido e da Irlanda do Norte.

A nova medida entra em vigor a partir de quarta-feira, 1º de dezembro.

“Isso afetará os residentes britânicos, mas não os britânicos que residem na Espanha”, disse uma porta-voz da Indústria, Comércio e Turismo da Espanha.

Cerca de 300.000 britânicos residem na Espanha, compondo o maior grupo de cidadãos britânicos na Europa fora do Reino Unido.

A Espanha restringiu voos da África do Sul e Botswana na sexta-feira após decisões semelhantes de outros governos europeus.

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).