DUBAI (Reuters) – Primeira feira mundial a ser realizada no Oriente Médio, a Expo 2020 Dubai foi aberta nesta quinta-feira com uma cerimônia luxuosa em meio a fogos de artifício, música e mensagens sobre o poder da colaboração mundial para um futuro mais sustentável.

As estrelas da cerimônia de abertura, que foi projetada em vários espaços públicos nos Emirados Árabes Unidos, incluíram o cantor italiano Andrea Bocelli, a cantora britânica Ellie Goulding, o pianista chinês Lang Lang e o cantor saudita Mohammed Abdu.

Dubai, o centro do turismo, comércio e negócios da região, espera impulsionar sua economia atraindo 25 milhões de visitantes –a negócios e turistas– para a feira mundial que foi construída do zero em uma extensão de 4,3 quilômetros quadrados de deserto.

Muitos países e empresas também esperam que a exposição, o primeiro grande evento global aberto a visitantes desde o início da pandemia do coronavírus, impulsione o comércio e os investimentos.

O espaço completo da exposição abrirá suas portas para expositores de quase 200 países na sexta-feira, após um atraso de um ano devido à pandemia. Escolhido há oito anos para suceder a Expo 2015 em Milão, na Itália, o evento custou cerca de 6,8 bilhões de dólares.

Dubai disse querer que a Expo, uma exposição de cultura, tecnologia e arquitetura sob o lema “Conectando mentes e criando o futuro”, seja uma demonstração de engenhosidade e um lugar onde desafios mundiais como mudanças climáticas, conflitos e crescimento econômico possam ser abordados em conjunto.

(Por Lisa Barrington)

Quer receber notícias do 6 Minutos direto no seu celular? Estamos no Telegram (t.me/seisminutos) e no WhatsApp (https://6minutos.uol.com.br/whatsapp).